Archives page

Posts Tagged ‘direito médico’

Palestra Bioética: Ponte para o Direito Médico.

Na data de 26/07/2018, o advogado Dr. Luis Antonio Velani, sócio proprietário do escritório Velani Advogados, proferirá a palestra Bioética: Ponte para o Direito Médico, no auditório da Faculdade de Medicina em São José do Rio Preto – Faceres. »

Simpósio de Direito Médico – Dilemas da Cirurgia Plástica: dos Aspectos bioéticos aos aspectos jurídicos.

Na data de 30 de novembro de 2017, às 19:00 horas, o Cremesp realizará na cidade de Ribeirão Preto – SP, o Simpósio de Direito Médico – Dilemas da Cirurgia Plástica: dos Aspectos bioéticos aos aspectos jurídicos.

O evento versará sobre temas como: aspectos da cirurgia plástica, aspectos do Cremesp, aspectos bioéticos e aspectos jurídicos.

As inscrições são gratuitas e deverão ser feitas pelos telefones: (16) 3911-6306/ 6307 / 6308 / 6309 ou pelo e-mail: drrpo@cremesp.org.br.

Confira a programação abaixo:

Simposio_Direito_Medico_ModuloVIIIindd-001

 

Para TJ, somente perícia poderá esclarecer insucesso de lipoescultura e lipoaspiração

A 1ª Câmara Civil do TJ deu provimento a recurso de uma paciente submetida a cirurgias de lipoaspiração e lipoescultura cujos resultados apresentaram irregularidades no abdômen e determinou a realização de perícia para esclarecer dúvidas acerca de eventual ocorrência de erro médico. Na comarca, a sentença decretou a extinção do feito em função de ter havido acordo entre as partes. A câmara, contudo, entendeu de forma distinta.

»

Paciente é indenizada por ter perna amputada devido a erro médico

O hospital Fundação de Assistência Social de Janaúba (Fundajan) e um médico devem indenizar uma estudante em R$ 100 mil por danos morais e estéticos e pagar pensão mensal no valor de um salário mínimo. Ela teve a perna amputada após um atendimento deficiente quando tinha 10 anos. A decisão da 11ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) confirma a sentença da Comarca de Janaúba. »

Município deve indenizar paciente por erro médico

O Município de Manhuaçu deve indenizar um paciente em R$ 10 mil e R$ 7.819,81, por danos morais e materiais, respectivamente, em função de uma lesão no nervo ciático decorrente da aplicação incorreta de uma injeção. A decisão é da 8ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), que reformou parcialmente sentença da 2ª Vara Cível de Manhuaçu. »

CFM define critérios para realização de parto cesariano

É ético o médico atender à vontade da gestante de realizar parto cesariano, garantida a autonomia do profissional, da paciente e a segurança do binômio materno fetal. É o que afirma o Conselho Federal de Medicina (CFM) na Resolução 2144/2016, encaminhada para o Diário Oficial da União (DOU) nesta semana. A norma, que entrará em vigor na data de sua publicação, define critérios para cesariana a pedido da paciente no Brasil e estabelece que, nas situações de risco habitual e para garantir a segurança do feto, somente poderá ser realizada a partir da 39ª semana de gestação. »